9 de fevereiro de 2020

Sobre o Cartório

O CARTÓRIO: O Cartório de Registro de Imóveis de Virginópolis/MG foi criado em 01/05/1929 e tem como atribuição o registro dos imóveis situados nos municípios de Virginópolis, Divinolândia de Minas, Gonzaga, Santa Efigênia de Minas e Sardoá.

O antigo oficial do cartório, Renato Rodrigues Coelho, atuou na serventia por mais de 30 anos, sendo sucedido por sua sobrinha Maria da Conceição Coelho, que atuou na serventia por aproximadamente 20 anos.

Em novembro de 2013, assumiu como titular, através de aprovação em concurso público, a Dra. Michely Freire Fonseca Cunha. Desde setembro de 2015, o Cartório está situado em novo endereço, na Rua Joaquim Pacheco, nº 917, Bairro Paquetá, em Virginópolis/MG. Em 2019 o cartório passou por auditoria e foi certificado com o Selo de Qualidade Total Prata, que visa reconhecer o trabalho desenvolvido pelos notários e registradores para o aumento da eficiência dos processos internos, assim como o aprimoramento de produtos gerados e serviços prestados.

HISTÓRIA DA CIDADE:

A região, habitada primitivamente por índios Botocudos ou Puris, teria recebido homens brancos por volta de 1839, guardando a tradição e os arquivos locais os nomes dos primeiros a se fixarem no local, aproximadamente em 1858. Foram eles: Félix Gomes de Brito, José Antônio da Fonseca, Capitão Figueiredo, João Batista Coelho e Joaquim Coelho, todos vindos de São Miguel das Almas, hoje município de Guanhães.

Não se conhece, com segurança, a forma pela qual os primeiros moradores teriam adquirido ou se apossado dos terrenos. Sabe-se contudo, que o primeiro destes moradores, Félix Gomes de Brito, foi doador de uma área de 80 alqueires de terras para o patrimônio de uma capela a ser erguida, juntamente com o cemitério. Quanto ao que teria atraído estes primeiros moradores, há pequena controvérsia, acreditando uns ter sido a possibilidade de minas de ouro; enquanto outros creem que tenha sido meramente a facilidade de aquisição de terras ótimas para a agricultura e pecuária.

Em 24 de setembro de 1862, o povoado foi elevado à categoria de distrito. Desta data até 1910, pouco se conhece da vida do distrito, que passou a denominar-se Patrocínio de Guanhães.

Em 1910 iniciou-se um movimento local para a emancipação administrativa até a sua elevação a município, em 1923, e instalado a 09 de março de 1924, modificando o topônimo para Virginópolis, uma homenagem à padroeira da cidade, Virgem Mãe do Patrocínio. O município foi elevado a Termo Judiciário pela Lei nº 878 de 24 de janeiro de 1925. Foi elevado à Comarca pela Constituição Estadual de 14 de julho de 1947 e sua instalação se deu a 15 de setembro de 1947.

Fonte: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/virginopolis/historico

A COMARCA:

MunicípiosDistritosDistância da Comarca(KM)Distância da Capital(KM)
Virginópolis280
Divinolândia de Minas11294
GonzagaConceição da Brejaúba33315
Santa Efigênia de Minas38,5321
Sardoá50332,5

O Município de São Geraldo da Piedade, antes pertencente à comarca de Virginópolis/MG, passou a ser integrante da comarca de Governador Valadares em 08 de novembro de 2019, nos termos da Lei Complementar 149/2019 do Estado de Minas Gerais.

Rua Joaquim Pachêco, 947 – Paquetá, Virginópolis – MG, 39730-000, Brazil

× Como posso te ajudar?